Fórum da Aprendizagem Criativa

Currículo de programação em escolas públicas


#1

Olá pessoal,

Estou em contato com uma secretaria municipal de educação que está interessada em adotar programação no currículo de 1º a 9º ano. Gostaria muito de botar essa equipe em contato com quem já está fazendo a mesma coisa. Alguém interessado em compartilhar e trocar experiência de adoção de currículo de programação em escolas públicas?

Obrigado!


#2

Boa Tarde Lucas,

Durante o ano de 2016 nos iniciamos um projeto que envolveu cerca de 200 crianças de diferentes escolas publicas aqui em Itajaí/SC. Tenho interesse em colaborar com sua iniciativa!

O projeto tratou de despertar o protagonismos dos estudantes (de 5º a 9º ano) em criar projetos de interesse pessoal utilizando Scratch. Foram cerca de 4 meses de atividades e acompanhamentos, vamos trocar figurinhas?

andrelms@univali.br


#3

@andre será que você não poderia inserir um link e materiais informativos sobre o seu projeto?


#4

Aliás, sugiro que o pessoal inclua iniciativas que vão além da programação propriamente dita e também considerem iniciativas de robótica, produção de arte interativa, desenvolvimento de soluções comunitárias, etc.

Abs,

Leo


#5

Ola Pessoal

Para parcerias e projetos via Prefeituras, Secretarias de Educação, escolas particulares ou com a fundação Lemann veja o site abaixo:
www.inovatioeducacao.com.br

Renata


#6

Oi Lucas,

Houve uma iniciativa, dentro do projeto UCA, na cidade de Campinas/SP em 2011/2012. Não sei como anda atualmente o projeto. O responsável foi o professor João Vilhete (jvilhete@unicamp.br).

Segue o link de uma reportagem que saiu à época:


#7

Pessoal,
eu sou de Belo Horizonte e tenho muito interesse neste assunto.

A propósito: sou aluna de pós graduação no departamento de computação da UFMG e estou fazendo uma pesquisa que envolve justamente identificar como as escolas públicas têm feito uso de ferramentas e recursos para desenvolver pensamento computacional em escolas. A pesquisa está num estágio inicial, mas quero contribuir de alguma maneira.

Um abraço,
Erica


#8

Olá Pessoal, minha pesquisa atual é sobre formação de professores e software de programação, trabalho com um grupo bem interessante no LSI da Poli/USP. Para inciarmos minha pesquisa fizemos em 2014, junto a SME de SP, uma formação semi presencial com professores da educação básica e POIE para o uso de Scratch. SME/SP estava iniciando o projeto de programação e robótica na rede, infelizmente o grupo que estava trabalhando neste projeto saiu do núcleo. Com quem já conversou LUcas?


#9

Oi Lucas!

No ano passado desenvolvi um projeto de programação com Scratch, Arduino e Makey Makey com alunos do 5º ano da escola pública municipal, segue o link do livrinho que criaram para compartilhar o projeto: https://pt.calameo.com/read/00013105434c7060e9ee5

Tenho experiência também em ensino de programação em escolas públicas e privadas. Posso colaborar no que for preciso.


#10

Ano passado, consegui fazer o projeto hora do codigo nas escolas, projeto do programae, acredito que deu certo pois as crianças adorarão a possibilidade de estar criando seus próprios jogos.
Sou de Fernandopolis-sp, não tenho muito material, mas posso entrar no apoio para produção e também na organização dos materiais que já existem a respeito, no code.org por exemplo.
A questão é vai introduzir a ciencia da computação no curriculum ou vai usar ela como um “apoio” no ensino, sou a favor da inclusão da matéria no curriculum, mas isso é assunto para peixe grande!
Fiquem a vontade para entrar em contato, esse ano quero trabalhar nas oficinas de informática o tema programação!


#11

Olá!

Tenho acompanhado esse tema há cerca de três anos. Concordo com o @leoburd, ir além do ensino de programação.

No contexto das falas e considerando pesquisa que desenvolvo na ECA/USP, gostaria de saber a visão de vocês quanto ao conceito para definir essas práticas que envolvem computação, linguagem de programação, lógica, uso de computador etc…

Tenho trabalhado com o termo “literacias digitais emergentes”. Mas, na literatura encontramos variações como: literacy, letramento, alfabetização, fluência digital…

Meu ponto é: seja qual for o nome, o que está por trás dessas novas demandas e como a educação tem buscado desenvolver tais habilidades, competências e atitudes?

Indicações de leituras serão bem vindas!!


#12

Oi André, tudo bem?

Pensando em computação, linguagem de programação, lógica, etc… sugiro este excelente artigo sobre pensamento computacional que apresenta uma visão bem ampla sobre o tema, definindo-o em termos de conceitos, práticas e perspectivas. Acredito que seria apenas uma parte das literacias digitais, mas amplia a visão sobre as literacias referentes à programação.

Nesta página há também a indicação de outras referências relacionadas.


#13

Oi Lucas!
Também tenho desenvolvido um trabalho com Scratch em uma escola pública de São Paulo como parte de uma pesquisa. Adoraria contribuir na discussão.


#14

Olá Lucas!

Tenho desenvolvido com crianças do 4º e 5º ano ( 9 à 11 anos) em uma escola publica, atividades de programação utilizando o Scrstch e também a Aprendizagem Criativa com o reuso de materiais diversos principalmente o eletrônico ( sucata de computadores e celulares).

Participamos de alguns eventos de Robática e Aprendizagem criativa com as produções da garotada.

Segue links:


#15

Trabalho na secretaria de educação de salvador -Ba e gostaria de saber mais sobre a proposta para que possa apresentar à diretoria que atua nesta área, abraços


#16

Olá. Estou cursando licenciatura em computação e trabalho como agente administrativo na rede estadual do Paraná. Pretendo fazer um trabalho semelhante por aqui. podemos trocar ideias.


#17

Olá Eduardo estamos criando um núcleo de estudos sobre aprendizagem criativa aqui no Fórum, esperamos você por lá!!


#18

Olá, Eziquiel. Quero participar sim. Poste um link para o grupo para eu localizá-lo.


#19

#20

Bom dia a todos, primeiramente ressalto minha felicidade em agora estar participando desse rico grupo. Quanto ao assunto inicial tenho um projeto já apresentado à SME-Curitiba em fase de apreciação para a implementação do Curso de Desenvolvimento de Games para as crianças do 2 a 5 ano do ensino fundamental através do Projeto de Educação Permanente, esse projeto está em fase piloto em uma das unidades escolares. O projeto visa proporcionar às crianças desenvolvimentos além do aprendizado dos games, utilizando-se logicamente desse brilhar de olhos das mesmas quando se diz a palavra “games”. Nossa intenção é através do desenvolvimento do raciocínio lógico prepararmos eles para melhorarem o desempenho em várias áreas, como; acadêmica, social, pessoal e na futura profissional.
O projeto além do ensino através da ferramenta Scratch, hora do código, blockly, entre outras, também desenvolverá uma plataforma (em construção) para que futuramente possamos formar professores da rede para ministrar essas aulas, disseminando assim o conhecimento.
Deixo meus contatos para maiores informações.; (41) 995307229 - email adelcio_2007@yahoo.com.br
Grande abraço a todos e parabéns ao Ezequiel e demais administradores do grupo aprendizagemcriativa.
Faltou me apresentar: Sou Analista de Sistemas, estando na área de tecnologia há 30 anos. Fui consultor em sistemas de grandes grupos econômicos no Brasil e Exterior, sobretudo no Sistema Financeiro: HSBC, Bradesco, Santander (Real), BES (Portugal), entre outros.